jusbrasil.com.br
2 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    Acréscimo de 25% na aposentadoria

    SF-ADVOGADOS
    Publicado por SF-ADVOGADOS
    há 5 anos

    Os aposentados por invalidez que necessitam de assistência permanente de outra pessoa, tem direito a um acréscimo de 25% no valor de seu benefício, conforme reza o artigo 45 da Lei 8.213 de 24 de julho de 1991.

    Este acréscimo é concedido somente aos beneficiários que recebem aposentadoria por invalidez, não sendo devido aqueles que recebem auxílio doença, loas, pensão por morte ou qualquer outro tipo de benefício.

    Para fazer jus a esse acréscimo, o beneficiário deverá solicitar ao medico, laudo comprobatório de sua incapacidade, bem como, de sua necessidade de assistência permanente.

    O entendimento dos nossos Tribunais nessa matéria, já é pacífico. Neste sentido, veja o que nos diz a jurisprudência:

    "PREVIDENCIÁRIO. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. ACRÉSCIMO DE 25% NOS PROVENTOS. ART. 45 DA LEI 8.213/91. CORRETA ANTECIPAÇAO DA TUTELA. CORREÇAO MONETÁRIA. JUROS DE MORA. VERBA HONORÁRIA."

    1. Comprovada por laudo pericial a necessidade de a parte autora ser assistida permanentemente por outras pessoas deve ser incorporado, aos proventos do autor, o acréscimo de 25% (vinte e cinco por cento) previsto no art. 45 da Lei 8.213/91.(...) 6. Remessa parcialmente provida." (REO 1999.41.00.001135-9/RO, 2ª TurmaRelator: Desembargadora Neuza Maria Alves da Silva, DJ.: 15/10/2007)

    COLUNA | Davyd Cesar Santos | Advogado

    Santos e Ferreira Sociedade de Advogados - OAB/SP 12.383

    Rua Pedroso Alvarenga, 1245 –Conj. 114 – Itaim Bibi

    CEP 04531-012 – São Paulo – SP

    (. (11) 3641-7454 (11) 3078-8262 7. (11) 3078-0488È. (11) 9146-5701 (11) 7542-7560

    davyd@santosadvogado.com.br

    Disponível em: http://sf-advogados.jusbrasil.com.br/noticias/3137587/acrescimo-de-25-na-aposentadoria

    1 Comentário

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Apesar da lei ser antiga, eu só soube esse mês através da imprensa, já solicitei o acréscimo de 25% e não teve burocracia. continuar lendo